sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Raiz do Medo. Um poema do Luís Costa


Raiz do Medo


É hora de soltar o credo
E acreditar!
E todos querem confiar,
Todos se querem capacitar…
Mas quem se capacita?

É hora de soltar o medo
E tentar!
E todos querem ousar,
Todos querem incitar…
Mas quem incita?

É a hora de soltar o grito
E bradar!
E todos querem reclamar,
Todos querem gritar…
Mas quem grita?

É hora de rasgar o mito
E pensar!
E todos querem sonhar,
Todos querem volitar…
Mas quem volita?

É a hora da alvorada,
Mas já ninguém faz nada
Sem que alguém permita!

Luís Costa

Sem comentários:

  © Blogger template 'Fly Away' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP